A organização de um espaço de leitura infantil;

9 de setembro de 2012

Faz tempo que eu quero mostrar para vocês um pouco do nosso trabalho no espaço de leitura onde e e mais 3 colegas vimos coordenando e organizando desde o ano passado. Já contei aqui que inicialmente eu e a Jordana ficamos responsáveis pela estruturação de cada espaço, mas depois chegaram novos colegas que complementaram nossa organização. Cerca de 2 semana atrás fizemos uma reorganização, pensando novos espaços e complementando idéias iniciais. Achei que seria muito legal falar sobre isso aqui porque pode servir de idéia pra quem trabalha na área.



Pensar em um espaço de leitura que tem enfoque no público infantil não é fácil. O ambiente precisa ser agradável, de fácil circulação, com espaço juvenil e adulto e um amplo espaço para as crianças, que são o foco do projeto. Por isso distribuímos as bancadas e estantes de forma que pudéssemos de nossa mesa visualizar todo o espaço e ter um certo controle sobre tudo que ocorre nele. Nessa imagem aparece o espaço juvenil/adulto ao fundo e das placas para frente começará o espaço infantil.

Pensamos que o espaço infantil deveria ser acessível a crianças de todas as idades, estimulante e criativo, sem ser poluído visualmente, assim as crianças podem se concentrar na leitura. Para isso, trabalhamos com 4 projetos, dando enfoque a diferentes áreas do universo literário.

1. Desenho também é leitura


O projeto "desenho também é leitura" surgiu de uma constatação nossa a partir do cotidiano com as crianças. Como recebemos crianças que estão em processo de alfabetização e muitas vezes não sabem ler, sempre indicávamos os livros de estórias contadas a partir de desenhos. Com essa prática, tivemos a idéia de montar o espaço de desenho, criando um painel com as releituras realizadas pelas crianças a partir das estórias que elas leram. Separamos então todo nosso acervo de livros que só contém ilustrações e montamos esse espaço que valoriza um ramo da literatura que era pouco explorado por nós. 


A partir da criação desse espaço vimos desenvolvendo um trabalho muito rico com esse acervo. Contamos estórias, explicamos que a imagem também é uma leitura de mundo e que há muitas formas de se contar estórias, inclusive através dos nossos desenhos. Eu mesma adoro trabalhar nesse espaço. 


desenhos de crianças? realidade de crianças!

É impressionante o que eles criam e o quanto é rico esse aprendizado. O desenho é um ponto estimulante no desenvolvimento da capacidade de criar e se expressar da criança e unir isso ao mundo da literatura que está intimamente ligada a fantasia e a imaginação é algo preciosismo.

2. Ilustrador homenageado


Próximo ao espaço de desenhos, criamos o cantinho do "Ilustrador Homenageado", onde separamos aleatoriamente um ilustrador que assina algumas obras em nosso acervo para indicar como leitura. A intenção é estimular o conhecimento das crianças sobre a arte de ser ilustrador. Sempre que trabalhamos com o ilustrador homenageado, tentamos mostrar a eles como cada imagem representa parte da estória e como cada artista tem sue próprio estilo.  

3. Autor do mês 


Esse é o único projeto que não é iniciativa nossa, mas uma proposta da secretaria de educação. Nesse espaço trabalhamos todo mês um autor diferente. A idéia e que as crianças conheçam a vida e obra de diferentes autores em suas visitas ao espaço.

4. Varal da poesia


Esse espaço é meu favorito! Ele fazia parte do nosso projeto inicial mas ao longo do tempo não foi dando muito certo pela localização. Então restruturamos ele para uma bancada especifica onde separamos todos os livros de poemas e poesias do nosso acervo. No varal, penduramos pequenas poesias feitas pelas crianças ao longo do ano. Também planejamos o espaço para realização de saraus e oficinas de criação de poesia. Geralmente realizamos essas atividades aos fins de semana, com uma "programação" de atividades que foquem a leitura e a criação.

verso criado por uma criança. Lindo não?

Além de tudo isso, trabalhamos o projeto de reciclagem que já contei aqui. Incentivamos as crianças a separarem sempre o lixo por um planeta mais sustentável. Também trabalhamos no espaço juvenil a indicação de leitura, onde mensalmente indicamos um livro do acervo. Como o espaço é pouquíssimo frequentado por adolescentes desde sua inauguração, conforme o tempo foi passando o espaço juvenil também foi ficando mais "infantil".


E é isso gente. No começo ficamos receosos de ser muita informação no espaço e isso desviar o foco da leitura. Mas com o discorrer do tempo e a nossa prática cotidiana, pudemos perceber que isso estimulou ainda mais a leitura das crianças, que sempre curiosas desbravavam cada novo espaço/autor/projeto que a gente trabalhasse. Além do mais, ter os espaços específicos facilita muito o nosso trabalho, porque diversifica nossa atuação, então cada dia podemos focar em algum assunto especifico.

Foi um trabalho árduo e estamos sempre a mudar. O bacana é que mesmo com dificuldades e longos debates pedagógicos sobre a intencionalidade de cada organização tem sido um trabalho muito rico para a formação de todos nós. E para quem gosta da área, é uma diversão também!

Espero que tenham gostado do post e agora gostaria de saber a opinião de vocês... Ficou legal o espaço?










Nenhum comentário:

Postar um comentário

♥♥♥♥ATENÇÃO ♥♥♥♥

Caso queira receber sua resposta por e-mail, selecione a opção "notifique-me" no canto inferior direito do campo de comentários ;)



Oi, sou Jess! Vivo em São Paulo, Brasil onde trabalho como designer. Adoro tudo que envolve criação. Criei o blog em uma tentativa de extrair do caos da grande metrópole o criativo. Hoje o blog tem um pouco mais que isso, como registros dos meus dias, sensações, reflexões e coisas que me inspiram! Sinta-se a vontade para ler, comentar, compartilhar e interagir :)







Pin It button on image hover