6 de março de 2014

Uma carta para meu eu de 10 anos atrás


Oi Jeys – sei que é assim que você gosta que te chamem – eu sou a Jess, você, daqui há 10 anos. Estou escrevendo essa carta porque se fosse possível você recebê-la, gostaria de lhe dizer algumas coisas reconfortantes e alguns conselhos que te ajudarão a passar por esse momento que eu sei estar sendo muito difícil para você. Mas é só uma força, não mude nada, pois quem você foi, é o produto de quem eu sou hoje :)

Primeiramente, saiba que sim, você vai ser feliz um dia. Essa melancolia que te consome não deixará de fazer parte da sua vida, mas com o tempo você vai aprender a lidar melhor com ela e canalizá-la para criação. Você vai entender que o fato de você se sentir tão estranha as vezes é porque você é extremamente sensível e isso será sua melhor qualidade daqui alguns anos. Você encontrará pessoas como você, e se identificará com muitos autores com os quais você terá contato e descobrirá que o fato de você se perguntar todo dia: “porque viver?”  te fará amar a vida ainda mais que o resto do mundo. Cada dia você encontrará uma resposta diferente para essa pergunta, e todas elas nas coisas mais simples a sua volta.

Eu queria poder te contar como mundo está louco hoje, mas perderia toda a graça, você precisa viver para ver. O que posso te adiantar é que você vai começar a usar um negócio chamado internet e esse bagulho será tão louco daqui alguns anos que quase tudo vai girar em torno dela. As pessoas vão se conhecer, se apaixonar, trocar ideias, você vai conhecer muitos lugares e estilos de vida pelo mundo... Sua relação com a internet será profunda, mas se eu puder te deixar um conselho desde já: daqui alguns anos, você vai sentir muita falta de papel, então nunca abandone suas agendas e seu hábito de desenhar nas noites de sábado.

Aliás isso será uma coisa muito útil, porque daqui alguns anos, depois de trabalhar com tecnologia e educação, você finalmente vai entrar na área das artes e vai se descobrir por completo. E se eu posso adiantar algo, não... não será moda que te fará feliz. Aliás, esquece isso! Você vai achar algo que é totalmente sua cara, mas para isso, você vai precisar patinar um pouco. Um conselho importante: continue estudando. Eu sei que você já estuda bastante, mas continue estudando ainda mais, porque isso vai ser importante daqui alguns anos. Você vai passar por momentos difíceis, precisará trabalhar desde nova, mas não abandone os estudos. Você vai ser a primeira da sua família a entrar em uma universidade pública e isso será uma conquista significativa da sua vida. Mas não se empolgue, porque com 17 anos ninguém tem maturidade para levar uma universidade a sério. Aproveite as festas, faça amigos e o mais importante: não ignore aquela galera louca do movimento estudantil. Porque depois de uns anos, eles serão a melhor coisa que te acontecerá em décadas.

 Aliás, falando um pouco de política, o Brasil vai passar por coisas interessantes e junto com ele, você também vai mudar muito. A minha dica é: todo aquele tempo que você passou ouvindo seu pai debater com os amigos será importante. Você se tornará militante e isso será a coisa mais importante para você daqui alguns anos. Mas não vou falar muito além disso, porque você precisa percorrer seu caminho até achar o seu grupo, a sua causa. Meu último conselho: aprenda a correr. depois de 2013 você vai precisar muito disso.

Eu sei que nesse momento você sente um enorme medo de nunca conseguir ser você mesma, e isso vai crescer a cada dia. Sério, vai ficar tão forte que uma hora você vai dar um basta. Sim pequena menina, você no fundo é muito corajosa e uma hora, você vai conseguir se assumir. E sério, será lindo <3 Você vai por em cheque seus princípios, suas crenças e seu futuro. E eu não vou te contar tudo, porque perde a graça. mas posso te dizer uma coisa? Não vai ser tão terrível assim. A maior parte das pessoas vai achar que você ficou louca, começou a usar drogas e coisa do tipo, mas aquelas pessoas que te amam de verdade vão entender e no fim, vão te aceitar como você é. E é isso que importa.

você sendo idiota com 18 anos :D hehehe
E falando de pessoas que te amam, posso te adiantar que a maior parte dos seus amigos atuais não farão parte da sua vida no futuro. Mas daqui alguns anos você vai conhecer algumas pessoas que você vai amar pra sempre. Elas vão casar, ter filhos... e você vai ama-las muito. Aliás de todas, preste muita atenção nas librianas, porque elas são as pessoas que mais vão te ensinar nessa vida. Ainda não fiz nosso mapa astrológico, mas tem alguma coisa que te complementa nos librianos e você se tornará uma pessoa muito melhor ao conviver com eles. Por isso, desde já escute a sua irmã. Sei que nesse momento vocês se odeiam, mas um dia você vai amar tanto ela, que ela será a pessoa que você mais admirará no mundo. É sério. 

E sabe, de tudo o mais importante é que você não seja tão dura com a vida e com as pessoas. Ninguém é tão intransigente quanto você imagina. Sei que você gosta de ir a fundo nas coisas, mas não seja extremista. Ninguém muda tão rápido, e nada muda sem esforço. Continue acreditando em um mundo melhor, não se conforme quando te disserem: "mas sempre foi assim". Porque não foi, e a sociologia vai te dar muita base para você defender o contrário. Acredite nas pessoas, elas no fundo são boas. Mas não espere delas sempre o melhor, porque isso é ingenuidade. 

No mais, continue sendo forte. Sei que você se sente fraca e insegura, mas não acredite no que dizem para você sobre você ser a pessoa mais feia do mundo. Daqui alguns anos você vai se tornar uma garota bela, cheia de personalidade. Você vai usar roupas coloridas, muito lápis no olho e não deixará de ser notada por isso. Mas não se torne tão inacessível, isso não é sinal de ser descolada, vai parecer aos outros arrogância mesmo. Saiba dosar sua timidez. Daqui alguns anos você vai descobrir que no fundo, é muito mais simpática que imagina. 

Ah... e sabe o cara da escola por quem você acha que é apaixonada? Ele é um babaca. Não sofra tanto "por amor", porque no fundo, tudo que virá são paixões avassaladoras, nenhum amor de verdade. Amor mesmo você vai descobrir beeem mais velha, com um homem incrível com quem você vai se sentir feliz simplesmente por te-lo a seu lado. 

E por último, nunca se esqueça...
"a alegria só é real quando compartilhada." Thoureau
Por isso compartilhe sempre. Não importa o que a sociedade dite como regra, somos seres coletivos e só nos encontramos em sociedade. Por isso para de odiar o mundo, larga mão de ser tão individualista e comece a pensar em como você pode ser mais feliz em sintonia com o mundo ao seu redor.

Obs: Sabe quando te perguntam: mas você acha que vai ouvir isso quando for adulta? Sim, você vai!! :D Eu continuo ouvindo forfun/fresno/danceofdays e uma pá de banda adolescente só pra me lembrar o quanto eu fui feliz todo esse tempo!

Aguenta firme menina, tem muita alegria esperando por você ao longo desses anos.

Um beijo do futuro,
Jess


Este post faz parte de uma blogagem coletiva do grupo Rotaroots. O tema desse mês surgiu a partir de uma tag do blog Hypeness e consiste em você escrever uma carta para seu eu há 10 anos atrás. Gostou da proposta? Entra no grupo e compartilhe sua postagem. Aproveita para ler as outras que estão bem legais também ;)

24 comentários

  1. Ai, que carta linda! Me arrepiei em todos os parágrafos :~~ a adolescência é uma fase tão estranha, e ao mesmo tempo tão boa, e que passa tão rápido, né? Sua cartinha mostra o quanto você cresceu, Jess, e isso dá pra ver mesmo não te conhecendo tão bem =~) E acho que crescer com resquícios de adolescência é uma das coisas mais bacanas do mundo, porque salva a gente de virar adultos chatos e rabugentos :D Beijinhos pra ti!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por seu comentário tão fofo :) e é isso, a adolescência é mesmo muito louca e a gente vai sentir falta pra sempre.

      Excluir
  2. bah, eu acho essa ideia tão incrível que lendo a sua carta me deu vontade de escrever uma também. A gente muda tanto ao longo do tempo, delícia ler isso (:

    ResponderExcluir
  3. Muito legal! to pirando aqui, ja li a da Loma, agora a sua!
    Acho que independente de fazer parte do grupo ou nao, vou querer fazer uma tb!
    Repito o que eu disse pra Loma, eh mto bom a gente olhar pra tras tendo orgulho de tudo que passou! sendo bom ou ruim, estamos aqui! seguindo..
    E entendendo que tudo acontece como tem que ser! e sempre do jeito certo, msm nao sendo como a gente queria as vezes.
    Me identifiquei em algumas coisas com vc.
    Acho bom saber que mais gente pensou/era/esta como eu ;]

    Beijao!

    PS: agora pretendo voltar de vez, sem mts sumicos.. rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. eba Paulinha ^^
      não nos abandone.

      Excluir
  4. Oie, cheguei aqui pela Rotaroots aleatoriamente e adorei sua cartinha :)
    to tentando vencer a preguica e fazer a minha tb o/

    ResponderExcluir
  5. A minha eu estou formulando, mas bem que queria que eu pudesse lê-la mesmo, foram anos difíceis! Adorei a sua, esta blogagem está sendo muito boa.

    bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. está sim! é cada carta linda... faz a sua que quero MTO ler :)

      Excluir
  6. Oie
    Gostei da cartinha, que fofa =) deu vontade de escrever uma p/ mim e guardar p/ daqui a 10 anos eu lê-la tb kkkkkkkk.
    Bjs!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. faz isso. é uma boa ideia!

      Excluir
  7. Nossa, um tema infinito e um texto incrível... :)

    ResponderExcluir
  8. Que lindo, Jess! E sabe o que eu achei muito mais legal: uma boa parte do futuro que vc citou pra sua eu de 10 anos atrás, eu acompanhei! A mudança dos cursos, as greves, o estudo pauleira com o trabalho, a descoberta do seu dom para a arte, o amor. Eu chorei lembrando de todo esse caminho que vc percorreu e que eu tive a honra de poder acompanhar, meio de longe. Te admiro muito, sou fã da mulher que vc se tornou e tenho um enorme prazer de ser sua amiga - mesmo que quietinha e distante. Mesmo que sendo a sua fuga na praia HEHEHE <3 Amei a sua carta e, sabendo um pouco mais sobre essa Jeys melancólica do passado, consegui compreender ainda mais a Jess criativa e inspiradora do presente. E parei pra fazer as contas: fazem 5 anos que nos conhecemos? Pelo que lembro, a gente se acompanha desde os primeiros meses do meu blog. Certo? Caramba!!! <3 Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é isso Lominha <3 acho que uns 5 anos mesmo!

      obrigada por sue comentário lindo. Sério quase chorei de emoção aqui :'( :'(

      Excluir
  9. Falei isso pra Lominha e falo pra ti. Me identifiquei bagarai com as cartinhas!
    Vejo agora que não sou peixinho fora dágua... só estava no aquário errado. rs...
    Nossos conselhos sempre se parecem e eu adoro isso! Kiss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) vou ler sua cartinha!

      Excluir
  10. Conheci seu blog no Rotaroots e que lindeza! <3

    Estou beem afim de fazer esse post, mas escrever pra mim mesma dez anos atrás é uma missão bem difícil. Vamos ver no recorrer desse mês como vai ser! :)

    Linda sua cartinha, linda mesmo <3

    Besus!

    ResponderExcluir
  11. Ai que lindo!
    É muito emocionante ler isso por aqui, passou um super flashback na minha cabeça da minha aborrescência. Foi uma fase meio dificil porque me sentia tão estranha, sem tribo, feinha. Hoje a coisa melhorou muito graças a deus e ao tempo.
    E como não lembrar dos seus blogs, da sua estrada, dos seus posts adolescentes que me inspiravam muito. Você era tipo a amiga adolescente que não tive, eu pelo menos me sentia assim quando lia seus desabafos. #bregaeusei
    Te acompanho desde o forever-star.org nos tempos do deleteria.org eu estava descobrindo a internet, os blogs como lembrar sem ter que segurar as lágrimas??
    Acho que vou fazer uma para ler daqui há sete anos. Bjos e se cuida dona mocinha!

    ResponderExcluir
  12. Olá Jess!
    Que linda a sua carta!
    Esse tema mexeu muito comigo, foi uma terapia.
    Bjus

    ResponderExcluir
  13. Que linda tua carta. Vi várias blogueiras fazendo isso, por conta desse "projeto" do Rotaroots. que estou super afim de participar.
    Enfim, é tão bom parar para refletir sobre nós e nossa evolução. Pensar no quanto amadurecemos, como nossas ideias mudaram, como nossa vida toma rumos tão diferentes do nossos planos ... *-*

    ResponderExcluir
  14. Que carta linda, cheguei á me emocionar lendo-a, me identifiquei muito e ao mesmo tempo que doeu sentimentalmente, me deu uma paz de espirito enorme, enfim, parabéns!
    http://lecry.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

♥♥♥♥ATENÇÃO ♥♥♥♥

Caso queira receber sua resposta por e-mail, selecione a opção "notifique-me" no canto inferior direito do campo de comentários ;)

Latest Instagrams

© Criativo Caos. Design by FCD.