Bosque das cerejeiras

11 de agosto de 2014


Eu contei aqui que queria muito conhecer o bosque das cerejeiras no Parque do Carmo, em São Paulo. Para quem não sabe, as famosas cerejeiras - ou sakuras - florescem 1x por ano no início de agosto e permanecem poucos dias dessa forma, pois logo suas flores são levadas pelo vento. Por isso, como não consegui ir no fim de semana do festival, dei logo um jeito de visitar durante a semana. Foi um dia agradável, embora eu tenha me arrependido de não ir no festival, pois acho que devia estar bem mais gostoso.

O parque do Carmo é bem grande e bem legal. Mas para ir durante a semana, é um pouco complicado. Por ser muito grande e meio deserto, não nos sentimos seguros como em outros parques e quando pedimos informação a um funcionário, ele orientou um caminho para chegar ao bosque das cerejeiras que fosse "mais seguro". Uma coisa super estranha. A falta de informação também é complicada. Ficamos totalmente perdidos e levamos um tempão para encontrar o bosque. Quando estávamos indo embora encontramos outras tantas pessoas perdidas. Falta funcionários e placas, o que para mim, contribui na falta de segurança também. Mas enfim, tudo ocorreu bem e apesar dos pesares, vale a pena. 







As sakuras são a coisa mais fofa mesmo mas a impressão é que não são TUDO isso sabe? É gostoso e tudo mais, mas a graça mesmo acho que está na festividade. Nós que fomos em um dia comum, chegamos lá, tiramos umas fotos e fomos embora. Não dá para descansar por ali porque é cheio de gente tirando foto, ou seja, sem condições de ficar em paz. Outra coisa que me deixou bem incomodada foram algumas situações que presenciei quanto a tirar fotos. Sério, as pessoas ficam malucas perto dessas árvores. O espaço era grande e não estava muito cheio, ou seja, tinha MUITAS árvores para todos, mas onde alguém ia fotografar com uma câmera de aparência mais profissional, logo se formava uma fila de pessoas esperando você sair para fotografar no mesmo espaço. Eu mudei de lugar algumas vezes e sempre o mesmo problema. Aconteceu o mesmo com uma moça que estava fazendo um ensaio. Acho que as pessoas pensam "se ela tá ali é porque o lugar é bom para foto né?". Pode parecer implicação minha, mas eu juro que foi tipo isso. Total falta de privacidade. Se o lugar tivesse cheio eu entenderia, afinal é um parque público. Mas tinha espaço para todos e mesmo assim, as pessoas queriam se concentrar todas juntas.

E foi isso gente. As fotos não ficaram tão boas quanto eu gostaria porque pegamos o pior horário (sol muito forte). Mas eu não podia deixar de registrar esse momento. Ano que vem espero voltar com mais calma e aproveitar melhor o espaço. 









  1. Eu fui neste domingo e foi sossegado, mas demorei pra encontrar o lugar também.
    Tirei muitas fotos bacanas e achei as cerejeiras encantadoras. Me apaixonei <3
    Frequento o parque desde pequena por morar na ZL e acho o parque muito abandonado, uma pena. Pois é enorme e falta uma boa estrutura. Mas foi um domingo gostoso de dia dos pais, heh.
    Depois vou mostrar no blog também. Amei sua blusa de corações! Tá linda :D

    Bjoks

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. é uma pena mesmo, porque é grande e lindo!

      Excluir
  2. Lindas fotografias! Pena que teve o lado não tão agradável da visita, mas acho que a experiência de encontrar as sakuras já valeu o dia. Só me vem uma palavra quando imagino o vento levando as pétalas: efêmero. Dá para ficar o dia inteiro só apreciando...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim! é lindo. Se não tivesse tanta gente seria mais!

      Excluir
  3. O bosque de Sakuras desse parque é lindo mesmo. Mas sempre muito cheio na época de Sakuras, o festival as vezes nem dá pra aproveitar direitinho. Entendo completamente sua irritação com isso pq eu tb ficaria irritada com uma situação assim, realmente têm várias árvores por lá, tem pra todo mundo! haha :D
    Amei essa quinta foto *.*

    ResponderExcluir
  4. Eu amo lugares assim e que ótimo que fez esse post *-*

    www.chadecalmila.com

    ResponderExcluir
  5. vou anotar o nome do Parque pra quando eu estiver em SP conhecer em Agosto quando elas tiverem florescendo! <3

    ResponderExcluir
  6. Deve ser lindo ver as cerejeiras em flor ao vivo! Pena essa coisa do parque não ser muito seguro... E eu também iria ficar um pouco estressada com a falta de noção das pessoas. Sem necessidade, né gente???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. total. tendo espaço, porque se amontoar??

      Excluir
  7. Oie
    Gostei do post, um dia quero ir conhecer esse parque em SP, que flores lindas =D adorei as fotos!!
    Bjs!!

    ResponderExcluir
  8. Em Campos do Jordão tem um parque assim tbm, ainda essa semana vi umas fotos linda de uma outra blogueira que sempre vai. Eu nunca dei a sorte de ir em Agosto, mas tenho contade de fazer fotos em um lugar lindo assim...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. a Tamara <3 tenho vontade de conhecer tbm!

      Excluir
  9. As fotos ficaram muito bonitas sim, fiquei imaginando que pessoalmente o efeito das flores devem ser ainda mais bonito :)
    Gostei do look, muito amor nessa combinação!
    Bjs

    ResponderExcluir
  10. Mas, esse blog tá ficando cada dia mais fofo, dá vontade de apertar, rs #exagero.
    Jess, lindo o lugar, sempre vi a Lia nesse lugar, e admirava, quero muito conhecer. E que lugar cheio de coisas lindas, né?

    beijos

    ResponderExcluir
  11. Adorei as fotos <333 não conhecia esse parque! As flores são lindas mesmo.

    http://www.prefirobsides.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Eu nunca presenciei a delicadeza e beleza em todo seu esplendor das Sakuras pessoalmente (poetizei demais?), estas são minhas árvores favoritas, o incomum é que não se parecem comigo, mas não sei o que elas tem, mas me despertam muita atenção.

    Beijos e sinta-se convidada
    http://umpouco-demundo.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. <3 achei lindo seu comentário!

      Excluir
  13. Eu fui no dia do festival, no último dia pra ser mais exata. Tava hiper lotado! x.x O evento em si achei muito desorganizado, valeu a pena só por conta das árvores de cerejeira mesmo, porque de resto foi bem complicado. Concordo com você quando diz que lá é deserto, como ele é bem extenso é perigoso ficar andando sozinha. Quando chegamos lá, tivemos que seguir a multidão pra encontrar árvores de cerejeira porque foi um pouco difícil de achá-las.

    Beijão. ♥

    http://www.meingarten.com.br/festival-das-cerejeiras/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. sério! Tá ai uma opinião de quem foi. Achei que teria sido melhor.

      Excluir
  14. Eu não sabia da existência desse bosque e agora estou com vontade de ir à São Paulo e fazer esse passeio. Adorei as fotos.
    beijos
    Chris
    Inventando com a Mamãe

    ResponderExcluir
  15. Olha, esse post me fez rir, a descrição sobre onde tem uma câmera de aparência mais profissional logo se forma uma fila atrás é no mínimo bobo/engraçado. =P
    Mas morro de vontade de fotografar em um lugar assim. =]

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkk mas a situação foi meio estranha mesmo! rs

      Excluir

♥♥♥♥ATENÇÃO ♥♥♥♥

Caso queira receber sua resposta por e-mail, selecione a opção "notifique-me" no canto inferior direito do campo de comentários ;)



Oi, sou Jess! Vivo em São Paulo, Brasil onde trabalho como designer. Adoro tudo que envolve criação. Criei o blog em uma tentativa de extrair do caos da grande metrópole o criativo. Hoje o blog tem um pouco mais que isso, como registros dos meus dias, sensações, reflexões e coisas que me inspiram! Sinta-se a vontade para ler, comentar, compartilhar e interagir :)







Pin It button on image hover