Primeira visita a uma feira orgânica

7 de dezembro de 2014

Já faz alguns meses que visitei um feira orgânica pela primeira vez e como estava na minha lista de 101 coisas a fazer em 1001 dias, achei que seria bacana compartilhar a experiência e dar algumas dicas por aqui. Fui a feira que ocorre toda quarta-feira no Maia, em Guarulhos, por ser relativamente, mais perto da minha casa. Mas acredito que algumas reflexões servem para todas, porque realmente as feiras são os melhores locais para se comprar produtos mais saudáveis, principalmente as de pequenos produtores.

Antes de mais nada, para quem não sabe, orgânicos são alimentos produzidos sem nenhum tipo de aditivo químico sintético ou transgênico. São alimentos geralmente cultivados em pequenas produções e que obtêm o selo oficial "orgânico brasil" após cumprirem alguns requisitos. Esses produtos são encontrados em supermercados (sempre com o selo) ou em feiras especificas para isso. São mais saudáveis pois preservam maior poder nutricional devido a forma de cultivo e representam maior segurança alimentar a medida que não entraram em contato com aditivos químicos sintéticos (como agrotóxicos) dos quais não sabemos ainda ao certo, quais os efeitos no corpo e na saúde. Em suma, são alimentos mais naturais e confiáveis.


variedade

Na foto acima é possível ver tudo que compramos. A primeira coisa a se dizer de uma feira orgânica é que a variedade é um pouco limitada, pois depende muito da época. Porém isso não é uma coisa ruim, pois consumir produtos de determinadas épocas é uma experiência interessante que nos faz entrar em contato ainda mais com o ciclo da natureza, e por conseguinte, seus diversos estágios e transformações.

Mesmo assim, tem alguns produtos fora de época que podem ser encontrados. Eles não serão tão bonitos, nem tão baratos, mas podem ser achados.

relação com o alimento

A relação com os alimentos orgânicos é outra. Por ter todo aquele cuidado na hora da escolha, por saber o trabalho que deu cultiva-lo, você cria inevitavelmente outra relação com o alimento. O consumo se torna mais consciente e o desperdício também, você vai querer ao máximo não deixar nada estragar e acaba consumindo pratos diversos e inventando formas criativas de prepara-los. Pelo menos aqui em casa foi assim. 

Em relação aos produtores, a experiência é única pois pudemos conversar com eles e saber exatamente como fazem para plantar e cultivar determinados tipos de alimentos. Em uma das bancas o papo foi tão legal que ficamos um bom tempo conversando sobre a terra, a qualidade dos alimentos, o problema dos agrotóxicos... Enfim, as pessoas são muito solicitas e é uma outra relação com o alimento, pois você sabe exatamente da onde ele veio e por conseguinte, quem o produziu, sua relação e etc.

Nessas feiras, alguns produtos comercializados são produzidos por movimentos sociais como o MST e seus assentamentos e você pode conferir visitando os espaços, entrando em contato com eles. Eu mesma tive a oportunidade de conhecer um pouco mais visitando a escola florestan fernandes aqui em SP e dialogando com seus militantes, além de acompanhar as notícias através dos portais e redes sociais.

Preço

Nossas escolhas foram mais simples e priorizamos alimentos que consumimos com frequência, como  tomate, verduras, frutas, temperos e ovos. Porque eu realmente tenho evitado ao máximo utilizar ovos brancos de supermercado. Queríamos também ter levado queijo e doces, mas como o valor desses produtos é um pouco mais alto, deixamos para uma próxima vez.

Falando de valores, ficou bem mais barato do que imaginávamos. Algumas coisas são o mesmo preço que em uma feira comum, mas a maioria é um pouco mais cara mesmo. Gastamos ao total, com todos esses produtos R$80,00. Não acho que seja muito, levando em conta que são alimentos saudáveis que vão nos nutrir de forma mais profunda, porém sei que dependendo da necessidade da pessoa (alguém que tem família muito grande) já fica pesado no orçamento. Porém vale fazer uma visita e cotar os preços, tem coisas que realmente valem a pena, como tomate, morango, pimentão, produtos que recebem altas taxas de agrotóxicos em produções convencionais e quem nem sempre são cultivados na terra, sendo portanto, as alternativas orgânicas um excelente investimento.

cenoura, alho, espinafre, tomate, tomate cerja, mandioca, alho poró e uma verdura que esqueci o nome.

arroz, cogumelo, ovos

blueberry, morango e kiwis
Após a primeira visita, retornamos algumas vezes, compramos coisas diferentes como tomate, banana, ervas, verduras, enfim... Outros produtos para testarmos sabores e sentirmos a diferença. Não acho que seja possível dizer com toda a certeza os benefícios que tem nos trazido, por termos iniciado essa mudança de valores há pouco tempo. Porém com toda certeza, me sinto muito mais feliz nessa jornada, pois apenas em termos de sabores, a diferença já é notável. Os orgânicos são muito mais saborosos e alguns produtos tem um gosto realmente muito diferente. Além disso a própria relação com os produtores, como disse acima é um ponto muito positivo, pois nos sentimos muito mais seguros ao sabor a origem do que estamos comendo.

Por tudo isso, eu digo que vale muito a pena visitar uma feira como essa. Sei que em alguns lugares é mais difícil, mas recomendo fazer uma pesquisa e tentar conhecer a proposta. Outra coisa importante a se refletir é que os produtos orgânicos vendidos em supermercados além de serem mais caros, nem sempre são tão gostosos. Pois alguns são produzidos também em larga escala e não trazem tantos benefícios como a pequena produção. Por isso que visitar uma feira é sempre uma melhor pedida para quem está buscando se alimentar de uma forma mais saudável e transparente.

E é isso. Fico a disposição para o debate, troca de idéias e dúvidas. Quero saber de vocês também o que acham desse tipo de alimento, se já visitaram alguma feira em sua região e se notaram alguma melhora na qualidade de vida. Esse tipo de diálogo é muito importante para avançarmos em consciência acerca desse tema e por conseguinte, buscarmos alternativas sempre mais saudáveis para nosso corpo e saúde, afinal, já dizia Hipócrates há milhares de anos:

"você é, o que você come!" 









  1. Que cenouras lindas. <3
    Eu lembro que quando era pequena, minha mãe sempre esperava quarta-feira para ir numa feira dessas que tinha perto de casa e comprar os vegetais e frutas da semana. Ela vivia dizendo que não confiava nos vegetais do supermercado e eu nunca entendi muito bem. Só sei que hoje em dia, que não tem feira aqui perto e só consumo coisas do supermercado, sinto falta dos sabores mais ~naturais~. As frutas realmente tinham um sabor mais gostoso. :~

    Enfim, gostei da sua iniciativa para uma vida mais saudável e consiente. Deu até vontade de fazer o mesmo. Uma pena não ter feiras acessíveis por aqui. :/

    [N]ayh's Wonderland

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem sim. Os orgânicos são ainda mais diferentes...

      Excluir
  2. adorei o post! Acho que realmente vale a pena, nunca fui numa feira orgânica, mas parece ser um passeio bem gostoso. Você é de São Paulo né? aonde é essa feira?

    http://www.prefirobsides.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou de Guarulhos. Ela fica no osque mais famosos da cidade. Mas em SP tem a feira da água branca :)

      Excluir
  3. Adorei o post...Amo alimentos orgânicos, sempre que podemos aqui em casa compramos, em uma barraca na feira da cidade, sinto que são muito mais saborosos, apesar de muitas vezes nem tão bonitos...Mas a qualidade é de fato outra...
    Quando cozinho, há uma espécie de cuidado maior, mais esmero...Sem contar que ajuda em uma cadeia produtiva menos poluente e socialmente favorável...

    Abraços

    semroteiroamoredinheiro.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. realmente não são bonitos. Mas são deliciosos e o importante é isso né? :)

      Excluir
  4. Que delícia! Alimentos orgânicos tem outro sabor. Ou melhor, tem sabor! Uma rúcula orgânica é extremamente picante. A alface, adstringente. Aqui (em Sorocaba) também tem uma feirinha, e no Ceagesp aparecem barracas orgânicas ou que tem produtos orgânicos, então aproveito. Não acho que seja caro, pois o preço é bem válido pela qualidade. Ah, e bom apetite! <3

    ResponderExcluir
  5. Quantas cores, heim!'
    Aaah, seus posts sobre alimentação saudável me estimulam muito. Até hoje comento com um monte de pessoas sobre o seu cereal matinal saudável. Ainda não fiz, mas vou fazer!!! =}

    Agora sobre os preços, realmente pensei que fossem ser beeeem mais caros, e super concordo em pelo menos fazer o esforço de comprar morangos e tomates orgânicos, pois eles são os reis do agrotóxico.

    ResponderExcluir
  6. Seu post só me fez ter mais vontade de conhecer uma feira orgânica!
    É uma pena não ter uma aqui na minha cidade!Mas em breve ainda terei essa oportunidade ;)

    http://olhosdmenina.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que delíícia essas fotos, feiras orgânicas são ótimas, pena onde eu morar não ter tantas variedades de alimentos assim! (tipo, nunca vou achar kiwi na feirinha da minha cidade :( hahaha)

    ResponderExcluir
  8. Jess, deixei um recadinho pra você no seu e-mail! (sobre o layout do meu blog que quero que você produza :3)

    ResponderExcluir

♥♥♥♥ATENÇÃO ♥♥♥♥

Caso queira receber sua resposta por e-mail, selecione a opção "notifique-me" no canto inferior direito do campo de comentários ;)



Oi, sou Jess! Vivo em São Paulo, Brasil onde trabalho como designer. Adoro tudo que envolve criação. Criei o blog em uma tentativa de extrair do caos da grande metrópole o criativo. Hoje o blog tem um pouco mais que isso, como registros dos meus dias, sensações, reflexões e coisas que me inspiram! Sinta-se a vontade para ler, comentar, compartilhar e interagir :)







Pin It button on image hover